Neste ano Porto Ferreira conseguiu mobilizar cerca de 28% de sua população no Dia do Desafio, ocorrido no último dia 31 de maio. Qualquer atividade física, realizada durante 15 minutos, e devidamente registrada, contribuía para a participação do Município. Porto Ferreira concorreu com a cidade de Salvatierra, localizada no Estado de Guanajuato, no México. O resultado foi de 27,99% da população ferreirense contra apenas 10,09% da cidade mexicana.

O resultado positivo foi possível graças à parceria da Secretaria de Esportes e Lazer com a Secretaria de Educação. Além das unidades escolares municipais, também houve a participação das escolas estaduais e particulares. E para concluir o Dia do Desafio, houve uma mega aula de ginástica coletiva (zumba) na praça Ana Maria Libertucci Salzano (praça da rodoviária).

Com o lema “Você se mexe e o mundo mexe junto”, a 23ª edição do dia desafio conseguiu mobilizar mais de 3,5 mil cidades de todo o continente americano. Essa é a maior campanha do mundo para incentivo à prática regular de atividade física e esporte, propondo uma competição amigável entre pessoas, organizações e cidades.

As cidades competidoras são escolhidas por sorteio, sempre respeitando o mesmo porte, na tentativa de mobilizar a maior porcentagem de participantes, tendo como base de cálculo o número oficial de habitantes do município. A competição é apenas um estímulo à participação. Quem sai ganhando são os envolvidos, que exercitam a integração social, a criatividade, a liderança e o espírito comunitário.

Confira abaixo os resultados da participação de Porto Ferreira ao longo dos anos:

Ano Participantes Percentual
2017 14.389 28%
2016 9.733 19%
2015 8.328 16%
2014 8.747 17%
2013 13.783 27%
2012 21.526 42%
2011 12.562 24%
2010 10.873 21%
2009 8.630 18%
2008 7.075 15%
2007 12.580 27%
2006 10.476 22%
2005 6.121 13%
2004 9.948 21%
2003 8.536 18%
2002 8.118 17%
2001
2000 19.447 44%
1999 14.358 33%
1998 11.953 27%
1997
1996
1995 13.528 33%

– não houve registro de participação do Município

Histórico

Durante o rigoroso inverno canadense de 1983, quando a temperatura chegava aos 20 graus negativos, o prefeito sugeriu uma ação que necessitava da colaboração de todos. A ideia propunha que, às 15 h, todos apagassem as luzes, saíssem de casa e caminhassem durante 15 minutos ao redor do quarteirão mais próximo. Era um convite ao exercício do corpo.

Além de estimular a realização de atividade física, a iniciativa ocasionou a economia de energia que pôde ser calculada pelo número de pessoas envolvidas na atividade. No ano seguinte, a experiência foi compartilhada com a cidade vizinha e ambas realizaram a caminhada juntas, na mesma data e horário. Estava lançado o espírito que definiria o programa do Dia do Desafio.

Cléber Fabbri – MTb 30.118

Assessoria de Comunicação, Cerimonial e Eventos

Anúncios