A dívida ativa do município, ou seja, o conjunto de débitos dos contribuintes (pessoas jurídicas e físicas) para com a Prefeitura de Porto Ferreira atingiu no final de maio a cifra de R$ 54.559.789,88. Isto representa mais de um terço, ou 34,60%, da previsão de arrecadação de receitas para este ano, que é de R$ 157,6 milhões.

“É, sem dúvida, uma situação muito preocupante. A crise financeira do país nos últimos anos piorou os números da dívida ativa municipal, uma vez que muitas pessoas não conseguiram mais pagar seus impostos e tarifas. E isto é ruim para a Administração Municipal, pois são recursos que, se estivessem em caixa, nos auxiliaria na oferta de melhores serviços para a população”, disse o prefeito Rômulo Rippa ao receber o relatório da dívida ativa do secretário de Fazenda, José Carlos Ruiz.

O documento mostra que o valor acumulado da dívida ativa até o ano de 2012 é de R$ 34,6 milhões. Em 2013, os débitos somaram R$ 2,7 milhões. Com o agravamento da crise financeira do país, há também o aumento dos valores da dívida ativa: R$ 6,3 milhões, em 2014; R$ 4,9 milhões, em 2015; e R$ 4,3 milhões, no ano passado.

Em 2017, até o momento, o valor acumulado é de quase R$ 1,5 milhão, sendo a maior parte débitos com o IPTU (R$ 1,38 milhão) e o restante com o ISSQN (R$ 114 mil).

Cléber Fabbri – MTb 30.118

Assessoria de Comunicação, Cerimonial e Eventos

Anúncios