Neste sábado (18/02), a partir das 8 horas, o município de Porto Ferreira participará do 2º Mutirão Regional de Combate ao Aedes Aegypti, juntamente com demais municípios da região com cobertura pela EPTV Central. A ação no município está sendo coordenada pelo Departamento de Saúde da Prefeitura.

“O objetivo da campanha promovida pela EPTV é o envolvimento regional para o desenvolvimento de ações simultâneas, em um único dia, de combate aos criadouros e proliferação do mosquito Aedes aegypti, e nossa cidade estará engajada nesse trabalho de grande importância para prevenção das doenças transmitidas pelo mosquito”, explicou a diretora de Saúde, Vera Visolli.

Todos os anos, após o período de chuvas intensas, há um aumento significativo de insetos devido aos inúmeros criadouros existentes no perímetro urbano. Desde o início do ano foram confirmados dois casos da doença em Porto Ferreira, sendo um contraído no município (autóctone) e outro importado. Os casos suspeitos são 13 e aguardam confirmação de laboratório.

Apesar dos trabalhos de vistorias realizados pelos agentes de saúde, existe a necessidade de intensificar os trabalhos nesse período e é com esse propósito que será realizado o trabalho de vistoria e orientação no bairro Vila Maria, neste dia 18.

“Nosso objetivo é eliminar o maior número de recipientes e inservíveis, possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti no bairro, evitando assim sua proliferação e também conscientizar a população quanto às medidas de prevenção e orientação sobre sinais e sintomas das doenças transmitidas pelo mosquito”, prosseguiu a diretora.

O Departamento de Saúde espera contar com a colaboração dos moradores do bairro, recebendo os agentes durante as vistorias, e convida a população a fazer parte desse trabalho de eliminação dos criadouros. A participação da comunidade é de especial importância para que os resultados das ações sejam permanentes.

“Neste sábado, nosso trabalho será realizado apenas no bairro Vila Maria, mas gostaríamos de pedir a todos os moradores dos demais bairros do município que reservem quinze minutos desse dia para verificar seus quintais, calhas, bandeja externa da geladeira, ralos externos e internos, caixas d’agua para também eliminar criadouros que possam acumular água e proliferar mosquitos em sua residência”, finalizou.

O Aedes aegypti transmite dengue, zika vírus, febre chikungunya e febre amarela.

Cléber Fabbri – MTb 30.118

Assessor de Comunicação

Anúncios