As obras de pavimentação do Parque Residencial José Gomes estão paradas por erros no projeto de engenharia, segundo anunciou o prefeito Rômulo Rippa dentro do projeto Gabinete Virtual, no último dia 1º de fevereiro.

De acordo com o prefeito, foram constatados dois problemas graves. O primeiro é a quantidade de massa asfáltica a ser utilizada na obra. Os cálculos feitos pela equipe do governo anterior teriam um erro de quase 500 mil centímetros cúbicos. “A empresa responsável é lógico que não vai tirar dinheiro do bolso [para corrigir o erro]. Então ela pediu um aditamento, uma repactuação do contrato para poder terminar a pavimentação”, explicou Rômulo Rippa.

O outro problema seria com as galerias de águas pluviais, subdimensionadas no projeto. “Foi feito o projeto para escoar essa água das chuvas dentro das galerias do Jardim Santa Luzia, que não foram preparadas para receber essa quantidade de água. Então quando desse uma chuva forte poderia estourar as galerias e o asfalto no Santa Luzia”, continuou o prefeito.

Para resolver este problema das galerias estudam-se duas soluções. A primeira é escoar as águas pela área de leito da antiga estrada de ferro e, a segunda, fazer mais um aditamento no contrato da obra para construir outra galeria até as proximidades do rio Santa Rosa. “Todos sabem das nossas condições financeiras, então nossa preferência é por aquela mais econômica e que trouxer menor impacto ambiental”, finalizou Rômulo Rippa.

Cléber Fabbri – MTb 30.118

Assessor de Comunicação

Anúncios