Um monumento que inspire a importância da cultura da paz e de um mundo melhor poderá ser construído em Porto Ferreira. A proposta foi apresentada ao prefeito Rômulo Rippa na última sexta-feira (03/02), quando recebeu em seu gabinete uma comitiva formada pelo padre Luís Fabiano Canatta, reitor do Santuário Diocesano de São Sebastião, membros da Associação Comercial de São Paulo – Amir Massis e José Taddeo – e o escultor Marcelo Angeli, estes três últimos ligados diretamente ao projeto do Marco da Paz.

Na oportunidade, o prefeito foi agraciado com o troféu que traz uma réplica do Marco da Paz, por ter se destacado em atuar no trabalho de ação social e pela construção da cultura da paz.

O que é

O Marco da Paz é um monumento único no gênero, lembrando aos homens dos cinco continentes a necessidade da manutenção da paz e a promessa de um mundo melhor. Sua realização conta com o apoio da ACSP (Associação Comercial de São Paulo) e foi idealizado por Gaetano Brancati Luigi. Já atravessou as fronteiras do Brasil, levando sua mensagem paz e fraternidade entre os povos.

O Marco da Paz implantado no Páteo do Collegio no ano 2000, em São Paulo, é visitado por turistas do mundo inteiro que fazem questão de tirar fotografia com os pés sobre a placa de bronze de seu continente.

O monumento já está presente também em outros dois pontos da Capital paulista, na Lapa e no Tatuapé, e nas cidades de Aparecida (junto à Basílica de Nossa Senhora Aparecida) e em Bertioga. O projeto da construção de outros Marcos da Paz já está em andamento nas cidades de Ribeirão Preto e São Carlos, também no Rio de Janeiro e em Salvador. No Exterior em países como o México, Argentina, Uruguai e China, entre outros.

Cléber Fabbri – MTb 30.118

Assessor de Comunicação

Anúncios