O prefeito Rômulo Rippa anunciou nesta quinta-feira (19/01) a suspensão do atendimento ao público no Pronto Atendimento (PA) Dr. Neif João, localizado na esquina das ruas Francisco Prado com João Salgueiro, próximo ao Pronto-Socorro Municipal, no Centro.

A suspensão dos atendimentos foi tomada devido à grave crise financeira pela qual passa o Departamento de Saúde da Prefeitura de Porto Ferreira, que apurou esta semana um déficit orçamentário de R$ 2 milhões. O local atenderá os usuários até o dia 31 de janeiro.

“Infelizmente somos obrigados a tomar medidas duras. A suspensão dos atendimentos no PA é um remédio amargo, mas necessário, porque senão perderemos o ‘paciente’. Ou seja, se não fizermos cortes e enxugar os custos, em breve não teremos recursos para o atendimento básico da Saúde”, comentou Rômulo Rippa. Segundo o prefeito, a demanda pelos atendimentos que eram feitos no PA passará para o Pronto-Socorro e Unidades Básicas de Saúde (UBSs). “Ninguém vai ficar sem atendimento”, completou.

O déficit orçamentário da Saúde afeta diretamente o atendimento dos serviços da Atenção Básica, ou seja, compra de medicamentos, materiais de enfermagem em geral (curativos, soro fisiológico, luvas, seringas, tiras de glicemia), produtos básicos de limpeza e higienização, além do cumprimento de ordens judiciais.

A situação agrava-se ainda mais porque não é possível fazer o remanejamento de recursos de outros Departamentos para a pasta da Saúde. Conforme relatou o prefeito no início da semana, o setor não tem recursos para custeio de energia elétrica, água, telefonia ou para o combustível da frota de veículos.

Cléber Fabbri – MTb 30.118

Assessor de Comunicação

 

 

 

Anúncios