No final da tarde de terça-feira (12/04) foi lançado no Centro Comunitário do Jardim Águas Claras o projeto Eco Arte, que tem o apoio da Odebrecht Ambiental e Caixa Econômica Federal.

Participaram da cerimônia a prefeita Renata Braga, os vereadores Edite Pereira da Silva Sebastião, Antônio Ângelo Lourenço (a aqueles moto-taxistas inteilva Sebasti lançerviço de moto-tria o ista no municço constante para aqueles moto-taxistas inteço (Galego) e Alessandro Rossi Bertazzi (Dentinho), além do diretor da concessionária Odebrecht Ambiental, Diógenes de Lyra, da designer Íris Rosa, que vai coordenar o projeto, convidados e comunidade.

O projeto tem por objetivo aperfeiçoar um grupo da comunidade para se tornarem empreendedores sustentáveis, por meio de oficinas artesanais, despertar a imaginação e a habilidade do participante, utilizando materiais recicláveis e resíduos que iriam ao lixo.

As aulas serão de segunda e quarta-feira, das 13h30 às 15h30, e às sextas-feiras, das 8h às 11h30. Se houver mais procura, novas turmas serão abertas.

Dentre as atividades propostas para este projeto citam-se: reaproveitamento de tecidos e roupas velhas para confecção de tapetes, bolsas, almofadas; reaproveitamento de pneus, pallets, garrafas pet, palha de milho, banners para confecção de utensílios e decoração para casa, etc.

Esta é mais uma ferramenta que a Prefeitura vai oferecer àqueles que queiram desenvolver habilidades e conseguir com isso gerar renda, de uma forma que colabore com a preservação do meio ambiente.

Em seu discurso, a prefeita Renata Braga agradeceu à parceria com a Odebrecht e disse que no novo projeto o “lixo vai virar luxo”. “Vamos mais uma vez dar a vara para as pessoas aprenderem a pescar. A situação econômica atual é muito difícil e esta é uma ótima oportunidade para aprender e atuar num novo ramo”, concluiu.

Cléber Fabbri   | MTb 30.118   |   Assessoria de Comunicação

 

Anúncios