Laboratório desenvolve projetos preventivos na área de violência intrafamiliar

Um grupo de servidores públicos municipais que participou de curso do Laboratório de Análise e Prevenção da Violência (Laprev), da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), no segundo semestre de 2010, teve seu trabalhos premiados pela instituição.

A divulgação dos ganhadores do Prêmio Dia Mundial de Prevenção aos Maus Tratos Infantis aconteceu no mês de fevereiro. Um dos trabalhos premiados foi elaborado pelo grupo formado por Haroldo Araújo Christensen, Idineo Ferreira de Araújo, Adriano Zini e Ronny Comitre, com o título “Formando a Rede de Proteção de Porto Ferreira”.

Na categoria “Menção Honrosa”, recebeu o prêmio o trabalho “Elaboração de Vídeo Publicitário sobre Maus Tratos Infantis”, feito pelo grupo formado por Graziela Maria Zuanetti, Rubiana Baptista, Elen Lanzlotti e Nilde Christensen.

“É com muita satisfação que vimos nossos trabalhos premiados pelo Laprev, uma respeitadíssima instituição de combate à violência doméstica. Isto só reforça nossa linha de trabalho, de priorizar o aspecto social e de bem-estar da comunidade ferreirense”, comentou Haroldo Christensen, que é diretor municipal de Gestão Governamental.

Veja a relação de todos os ganhadores:

Trabalhos Premiados

Grupo Município
Andréa Silva, Rosana dos Santos e Vivian Moura São Paulo – Santo Amaro
Cidia Barros, Roseane Siqueira, Bruna Cardoso, Edna de Souza e Sueli Aceiro. São Paulo – São Mateus
Maria Rosa Dantes São Paulo – Freguesia do Ó
Haroldo Christensen, Idineo de Araujo, Adriano Zini e Ronny Comitre. Porto Ferreira
Luana Barseleri e Marcela Roberta Ferreira Itirapina

Menção Honrosa

Grupo Município
Isabel de Souza, Rosemeire Oliveira, Sylvania dos Santos e Vera Lucia Portugal São Paulo – Pirituba
Vilma Mettifogo Maragno, Conceição Martimiano e Valéria Izabel Alves Itirapina
Aliane Aguiar, Tatiane Oliveira, Silveli Antônio, Renan Meira, Adriana de Souza e Estela Cardoso Pirassununga
Graziela Maria Zuanetti, Rubiana Baptista, Elen Lanzlotti, Nilde Christensen Porto Ferreira

 

O que é

O Laprev é vinculado aos Departamentos de Psicologia e de Análise e Preveção da Violência da UFSCar. Suas atividades tiveram início em março de 1998. Porém, seu espaço físico foi inaugurado em fevereiro de 2000. O Laprev pretende ser um núcleo gerador de pesquisas que:

a) contribuam para uma melhor compreensão do fenômeno da violência em geral, e em especifico da violência intrafamiliar;

b) desenvolvam projetos de intervenção com vítimas de violência e/ou agressores (sejam eles mulheres, crianças/adolescentes ou homens) e implementem projetos preventivos na área de violência intrafamiliar.

As atividades do Laprev estão associadas (mas não se restringem) ao “Programa de Intervenção a Vítimas de Violência Doméstica” em andamento desde 1998, por meio de estágios supervisionados de alunos de graduação em Psicologia na Delegacia de Defesa da Mulher de São Carlos. No ano de 2000 tal estágio expandiu-se, passando a desenvolver atividades de atendimento a crianças e famílias do Conselho Tutelar de São Carlos e no ano de 2001, com a inauguração da Casa-Abrigo em São Carlos, ampliou-se o atendimento a mulheres e crianças da Casa-Abrigo “Gravelina Terezinha Mendes”. A partir de 2005, as mulheres e seus companheiros passaram a ser atendidos na USE (Unidade Saúde-Escola) da UFSCar, visando a interdisciplinaridade do atendimento. As atividades de estágio foram responsáveis pela apresentação de dezenas de trabalhos em Congressos Científicos em diversas cidades do Brasil e exterior.

 

Anúncios