Psicólogo Emerson Loureiro falou para jovens e adolescentes de projeto social

Psicólogo Emerson Loureiro durante palestra no Creas sobre o Dia Mundial de Prevenção ao Abuso Infantil

O Creas (Centro de Referência Especializado da Assistência Social), localizado na Vila Maria, realizou palestra no dia 19/11, Dia Mundial de Prevenção ao Abuso Infantil, tendo como palestrante o psicólogo Emerson Loureiro. O público alvo do trabalho foram os adolescentes e jovens do Centro da Juventude, além de integrantes de outros projetos sociais mantidos pelo Departamento Municipal de Promoção Social.

O Creas é uma unidade de serviços de proteção social especial (média complexidade) para atendimento de famílias e indivíduos em situação de risco pessoal e social.

 

Risco social

Estar em situação de risco pessoal e social significa ter os direitos violados, ou estar em situação de contingência (pessoa com deficiência ou idosa necessitando de atendimento especializado). Normalmente, as pessoas em situação de risco social ainda estão convivendo com suas famílias.

O atendimento, personalizado e continuado, exige intervenções especializadas, e acontece desde a escuta, feita por profissionais de assistência social, até os encaminhamentos para a rede de proteção social e o sistema de garantia de direitos.

 

Objetivos

– Fortalecer a família função de protetora de seus membros;

– Incluir as famílias na rede de proteção social e nos serviços públicos;

– Romper com o ciclo de violência no interior da família;

– Oferecer condições para reparar danos e interromper a violação de direitos;

– Prevenir a reincidência de violações de direitos.

No Creas são atendidos:

  • crianças, adolescentes e famílias vítimas de violência doméstica e/ou intrafamiliar: que acontecem nas situações de trabalho infantil, abuso e exploração sexual, violência física, psicológica e negligência, afastamento do convívio familiar por medida socioeducativa ou de proteção, discriminação, e outras situações.
  • adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa em meio aberto (liberdade assistida e prestação de serviços à comunidade).

Crianças e adolescentes normalmente são encaminhados pelo Conselho Tutelar, ou por pessoas que espontaneamente buscam apoio por elas. Também podem buscar sozinhas este amparo, assim como as demais pessoas vítimas de violência.

 

Anúncios