Evento faz parte do programa de formação continuada dos profissionais do ensino local

Seminário de Educação Infantil - Emília Cipriano e Maria Cecília Rossi

Visando a continuidade e a inserção no programa de formação continuada de profissionais da rede municipal de ensino, recentemente 23 educadores de Porto Ferreira participaram do VII Seminário de Educação Infantil e Séries Iniciais, promovido pelo Instituo Aprender a Ser, em Águas de Lindóia. A diretora do Departamento Municipal de Educação de Porto Ferreira, Maria Cecília Rossi, expôs durante o seminário experiências e resultados positivos obtidos no município, por conta deste trabalho de aprimoramento profissional ao qual os integrantes da rede estão inseridos.

Nomes de educadores renomados como Gabriel Chalita, Cláudio Castro Sanches e Emília Cipriano compuseram o quadro de palestrantes e incentivadores, que ainda contou com os professores Jaime Zorzi, Egidio, Guilherme e Berenice Romanelli, Sandra Bozza, Isabel Parolin e Ariana Cosme.

O encontro serviu para que temas como a Arte de Gerenciar Sonhos, Diálogo entre Educação Infantil e Ensino Fundamental, relações entre Pedagogia e Infância, Alfabetização na Educação Infantil, Escola Criativa utilizando diálogos entre neurociências e artes visuais e música e Desenvolvimento de Competências fossem discutidos amplamente, além do foco principal que foram as Diretrizes Nacionais de Educação Infantil e as práticas educativas envolvendo a infância.

O contexto do seminário instigou os educadores a planejarem uma ação coerente e comprometida com os tempos da infância dentro da realidade brasileira. O princípio norteador desta proposta é o respeito ao desenvolvimento próprio da criança e das suas competências simbólicas, afetivas, culturais e essencialmente humanas.

Utilizando uma frase do escritor Paulo Freire que cita a importância da “coragem de lutar ao lado da coragem de amar”, para que se concretize um sonho, os professores Claudio Sanches e Emilia Cipriano, coordenadores do Instituto Aprender a Ser, disseram ter esta coragem necessária para colocar em prática ações que possam dar a devida importância ao desenvolvimento da construção da identidade humana.

 

Anúncios