Trabalho focou o enfrentamento da violência contra criança e adolescente

O Departamento Municipal de Educação viabilizou para 45 profissionais da rede municipal de ensino e do Departamento Municipal de Promoção Social o curso “Escola Que Protege”, em parceria com o Ministério da Educação (MEC), por meio da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad), e com o Laboratório de Análise e Prevenção da Violência (Laprev).

Ao todo foram seis encontros, realizados aos sábados, com a participação maciça dos envolvidos, tendo como tutora a doutora Ana Carina Stelko Pereira.

“Gostaríamos de agradecer a participação de todos os profissionais e também da doutora Ana Carina, pelo excelente aproveitamento registrado durante o curso”, disse Maria Cecília Rossi, diretora municipal de Educação.

O curso de formação continuada “Escola Que Protege” é focado no enfrentamento da violência e exploração sexual infantil, com linhas de fomento para o combate e enfrentamento da violência contra a criança e o adolescente, apoiando projetos voltados para a capacitação de profissionais que compõem a rede de proteção à criança e adolescente.

A atual Administração Municipal sempre mostrou grande preocupação com esse tema, tanto que várias ações foram realizadas nos últimos anos, como programas que visam enfrentar a questão da violência doméstica.

Como exemplo recente, pode-se citar a nomeação da Comissão de Enfrentamento à Violência, que ficou incumbida de traçar as linhas gerais para o estabelecimento de um programa que servisse como guia para o desenvolvimento de um processo que proporcionasse a melhor solução para cada caso de violência.

Anúncios