Após decretar epidemia, Administração realiza processo seletivo para contratar agentes de vetores

Com dados atualizados nesta quarta-feira (28/04) pela equipe de Controle de Vetores, do Departamento Municipal de Saúde, Porto Ferreira se aproxima dos 200 casos de dengue no ano. De acordo com o último levantamento, ao todo são 368 notificações, sendo 194 casos confirmados, 60 negativos e 105 aguardando resultados.

Na semana passada (19/04) o prefeito Maurício Rasi baixou decreto no qual decretou estado de epidemia de dengue no município (150 casos confirmados ou cerca de 0,3% da população). Com isso, abriu-se a possibilidade para a adoção de medidas emergenciais. Entre elas, destaque para a realização de um processo seletivo para contratação de novos agentes de vetores.

As inscrições aconteceram na semana passada. O edital prevê a classificação de 44 candidatos e o início imediato de 25 trabalhadores. Este número poderá aumentar, dependendo das necessidades. As provas acontecem no próximo dia 9 de maio. Após a classificação e depois de passarem pelo treinamento adequado, todos estarão aptos a integrar os esforços para combater o avanço da doença, cujo aumento no número de casos se dá em nível nacional.

Vale ressaltar ainda que a Administração Municipal conta com uma equipe de voluntários formada por servidores públicos municipais de diversos departamentos da Prefeitura. Além disso, campanha de conscientização vem sendo feita desde o início do ano, com distribuição de material explicativo e realização de palestras.

“Volto a frisar que estamos fazendo tudo o que está ao nosso alcance para combater o avanço da dengue no município. Esta situação de epidemia não é exclusiva de Porto Ferreira e, portanto, é necessário um esforço e uma conscientização tanto do Poder Público quando da população para a gente vencer esta batalha”, comentou esta semana o prefeito Maurício Rasi.

Anúncios