Encontro serviu para reafirmar compromissos; Prefeitura deve investir R$ 1,7 milhão em 2010

Prefeito Maurício Rasi (centro) fala na reunião cujo assunto foi o Hospital Dona Balbina

Na semana passada o prefeito Maurício Rasi, o presidente da Câmara, Luiz Antônio de Moraes (Maguila) e o diretor do Departamento Municipal de Saúde, Carlos Eduardo Miguel da Silva, se reuniram com a mesa diretora do Hospital Dona Balbina. Os representantes do poder público puderam discutir com Paulo Alfredo Fadel, provedor da Irmandade de Misericórdia, mantenedora do hospital, além do diretor clínico Pedro Wanderley de Mello, o administrador Anselmo Thomaz Pereira e o médico Raimundo Ilacir dos Santos, chefe da Clínica Cirúrgica, detalhes dos acertos acordados no início do semestre quanto ao pagamento dos repasses.

“A municipalidade encerra o ano de forma muito positiva ao honrar os repasses feitos ao hospital”, comenta o presidente da Câmara Luiz Antônio de Moraes, afirmando ainda que a participação dos vereadores e do prefeito é de suma importância na manutenção da entidade. “O caso do plantão à distância que discutimos hoje, assim como custos e a prestação de contas que fizemos, são temas que devem ser debatidos”, disse.

Para o provedor do hospital, Paulo Alfredo Fadel, a postura adotada pela Irmandade, na qual prevalece o bom senso e o diálogo, foi um elemento facilitador para que a crise não tomasse dimensões indesejáveis. “Tivemos a cautela e o bom senso, e como estamos finalizando o ano com o acordo sendo cumprido, classifico como muito positiva esta iniciativa de estarmos hoje fazendo esta prestação de contas com o poder público que cumpriu a sua parte, juntamente com os nossos parceiros e médicos”, analisa.

Para o próximo ano a expectativa da direção do HDB é de melhores condições de atendimento, tendo como justificativa propostas apresentadas e garantias firmadas.

O corpo clínico, representado pelos médicos citados, afirma que há um compromisso de solucionar os problemas do Pronto-Socorro. “Confio no prefeito e tenho certeza que teremos um atendimento de classe no nosso hospital”, comenta dr. Pedro.

O prefeito Maurício Rasi disse que 2009 se encerra de maneira muito positiva, uma vez que a Prefeitura está honrando todos os compromissos com o Hospital Dona Balbina. “Ocorreu um parcelamento e estamos cumprindo o que foi acordado. Somados os recursos que foram repassados este ano ao hospital, ultrapassam a casa de R$ 800 mil, e já firmamos um acordo para o ano que vem, no qual a Prefeitura deverá repassar ao hospital cerca de R$ 1,5 milhão e outro acordo com o sistema de plantão à distância, em que poderão ser investidos outros R$ 200 mil, totalizando algo em torno de R$ 1,7 milhão”, finalizou.

Segundo o prefeito, haverá uma proposta de tercerização para que o hospital volte a gerenciar o Pronto Atendimento (PA) no município.

Anúncios